Carreira

Veja os primeiros passos para começar um negócio próprio

Começar um negócio próprio é o sonho de muitas pessoas. Algumas porque estão cansadas dos seus empregos, outras, especialmente os jovens, porque estão em busca de independência e inovação.

O ponto é que para muitos, essa ideia não passa de um sonho, e são poucos os que realmente se arriscam e colocam seus planos em ação. Isso acontece por muitos motivos, como insegurança, falta de preparo e desinformação.

Se você sonha em começar um negócio próprio e tem potencial para ser um futuro empreendedor, acompanhe neste post dicas para ajudá-lo a iniciar essa jornada!

1. Tenha um plano de negócios

É muito difícil começar um negócio próprio sem um mínimo de planejamento. Por isso, se você começar a planejar desde o início, estará indo bem e saindo na frente de muitos outros!

A sugestão é que esse planejamento seja feito a partir de um plano de negócios. Essa ferramenta é essencial para qualquer negócio, pois será por meio dela que a empresa se guiará para o futuro.

O plano de negócios nada mais é do que um documento, no qual são detalhadas todas as informações do negócio, tais como seus objetivos, metas e ações de curto a longo prazo. Ele deverá ser o seu principal companheiro nessa jornada.

2. Valide sua ideia

Antes mesmo de pensar na “multinacional” que a sua empresa poderá se tornar no futuro, é preciso validar a sua ideia para saber se ela tem potencial ou não.

A maneira mais simples de fazer isso é construindo um MPV (Mínimo Produto Viável), que é um protótipo da ideia que funcionará em uma proporção menor para verificar se a ideia tem condições de crescer.

Após criá-lo, procure potenciais clientes e peça um feedback sobre ele. A partir desse momento, será possível entender se a sua ideia agregaria valor para eles, bem como se ela tem potencial para virar um negócio.

3. Estude o seu mercado

Começar um negócio próprio envolve alguns cuidados. Um deles é conhecer e entender o mercado que você pretende entrar.

Por mais que tenha uma noção de como ele funciona, um estudo aprofundado é extremamente necessário, pois somente com isso será possível entender o tamanho desse mercado e o quanto há de espaço para novos negócios.

Outra questão que deve ser estudada é a atuação da concorrência nesse ambiente. Faça isso para entender em quais pontos você pode se diferenciar dela e oferecer algo que conquiste seus clientes.

4.Tenha disciplina

Esse momento exigirá muita disciplina da parte do empreendedor. Afinal, o foco no cumprimento das inúmeras atividades planejadas será essencial para que elas sejam entregues.

Com disciplina, será muito mais fácil ter produtividade, além de conseguir atingir um alto desempenho na realização dessas tarefas.

Por isso, é importante lembrar do objetivo maior que se tem pela frente e não se deixar levar pelas distrações.

5. Não utilize a falta de dinheiro como desculpa

Uma das desculpas mais comuns que são dadas como motivo para não levar o negócio próprio adiante é a falta de dinheiro.

Obviamente, para abrir uma empresa é preciso de dinheiro, mas a falta de dinheiro não pode impedir que o negócio comece. Afinal, você não precisará de dinheiro para criar um plano de negócios, nem estudar o mercado e muito menos para criar um MPV.

Portanto, se a questão financeira for um empecilho mesmo, comece da sua maneira, focando nas coisas que podem ser feitas sem dinheiro e quando chegar o momento de investir um capital, procure alternativas, como fazer uma economia, cortar gastos e até procurar sócios que estejam dispostos a investir no seu negócio.

Gostou de entender quais são os primeiros passos para começar um negócio próprio? Então compartilhe este post em suas redes sociais!

Sobre o autor

Fernando Novais da Silva

Professor e Consultor, interessado em educação, arte, criatividade e empreendedorismo

Deixar comentário.

Share This