Notícias

Aluna da Faculdade São Fidélis vai participar de Congresso Mundial em Foz do Iguaçu – PR

A Faculdade não para de surpreender São Fidélis e seus alunos, com a qualidade desenvolvida dentro do centro acadêmico e fora das paredes da faculdade, mais uma conquista é alcançada.

Não é segredo pra ninguém que o professor Fabrício Cardoso, é o Coordenador de Pesquisa e extensão da FSF e fomenta diversas pesquisas em várias áreas, sempre em busca de parceria e inovação em tudo o que faz.

No início do ano foi anunciado uma pesquisa com o conceituado professor de Educação Física da Academia RMAIA fitness de São Fidélis, o professor José Sodré, que também atua como personal e sempre foi um adepto da pesquisa com o uso do Slackline.

VÍNCULO COM A SOCIEDADE

O professor Zezinho como é conhecido na Cidade Poema, já pesquisa há anos sobre comportamento motor, desenvolvimento físico com o uso do Slackline, prática de Slack fit, entre outros temas. Nada melhor do que a parceria com os alunos da Faculdade e o coordenador do curso de Educação Física para selar de vez essa pesquisa, o tema do trabalho é PERFIL MOTOR DE ESCOLARES COM DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM, os participantes são os alunos do curso de Licenciatura em Educação Física Ana Paula Lins Moura, Luiz Augusto M. dos Santos, Thainá V. Gomes, e os professores de Educação Física José Sodré e Fabrício Cardoso.

A pesquisa deu certo, o trabalho será apresentado em Foz do Iguaçú no Paraná, no trigésimo segundo congresso internacional de Educação Física, dos dias 14 a 18 de janeiro de 2017.

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn

Mas não para por aí outro grupo de alunos do guru da pesquisa, professor Fabrício Cardoso, também vai apresentar um trabalho referente a desenvolvimento motor, com o tema: AVALIAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO PERCEPTIVO-MOTOR DE CRIANÇAS COM E SEM DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM.

O curso de Licenciatura Educação Física da Faculdade São Fidélis está formando pesquisadores de ponta e isso fará com que a experiência que esses alunos terão seja muito positiva e superior a média nacional que não sabe o que é pesquisar.

GRUPO CENSUPEG

Como a pesquisa está dentro dos valores da instituição a qual a faculdade pertence GRUPO CENSUPEG, os alunos que estudam nessa instituição saem bem afiados nesse assunto. Não há transformação sem ação, e para se pesquisar é preciso ir a campo, sair da sala de aula, respirar a pesquisa e entender a importância e o impacto dela na sociedade, afirma o Professor Fabrício.

Não é a primeira vez que a futura professora de Educação Física, Ana Paula Lins apresenta trabalho em Congressos, e esse será mais um de vários que a aluna pesquisadora e sua turma estão incluindo em seus currículos.

Sobre o autor

Fernando Novais da Silva

Professor e Consultor, interessado em educação, arte, criatividade e empreendedorismo

Deixar comentário.

Share This